Tiragens de 3 cartas são bastantes objetivas e trabalham bem com o esclarecimento de questões, a mais comum é para reflexões diárias, ou a respeito de algum dia em especial. Aconselho parcimônia sempre, afinal Tarô é uma muleta, o ideal é você desenvolver a percepção sozinho sobre as coisas que pode perguntar nessa leitura diária, cuja interpretação seria a seguinte:

Dica de leitura: Como rezar pela cura entre as gerações, neste livro, você aprenderá um tipo de oração em que se pede a cura para a árvore genealógica. Essa oração é conhecida como cura entre as gerações, ou cura da árvore da família, ou cura dos antepassados ou ainda, de maneira não muito correta, da quebra de maldições. Orar pela cura entre as gerações, ou árvore da família, ajuda-nos a ampliar os horizontes da benção de Deus.

Os motivos especiais das cartas de trunfo, adicionados às cartas de naipe, parecem ter sido ideologicamente determinados. Especula-se que elas tragam um sistema específico que leva mensagens de diferentes conteúdos. Os exemplares mais antigos mostram ideias filosóficas, sociais, poéticas, astronômicas e heráldicas, bem como um grupo de antigos heróis romanos, gregos e babilônicos — como no caso do Tarô Sola-Busca (1491);[15] o sentido geral deste grupo, porém, está ligado a alquimia medieval.[16] Ainda no poema do Matteo Maria Boiardo Capitoli del giuoco dei Tarocchi (entre 1461 e 1494) os 22 trunfos são figuras históricas, literárias, mitológicas ou bíblicas. Neste caso, os quatro símbolos são diferentes dos tradicionais; são os Olhos, Chicotes, Setas e Potes, para significar amor, inveja, esperança e medo.[17]

Interpretar é ler o inconsciente alheio, é inferir os motivos políticos inconfessáveis e as intenções psicológicas que muitas vezes o próprio sujeito do discurso desconhece. Mas, é preciso ter cuidado, porque se nesse nível toda linguagem é uma representação involuntária, os discursos não são meras metáforas da realidade, mas sim a própria realidade discursiva a ser decifrada. Para se interpretar um discurso ‘dialogicamente’ é preciso revivê-lo, vivenciando-o ‘por dentro’.
Algunos sentimientos que presientes, alguna información que te llega en formas subjetivas, no son lo que tú crees. Información subjetiva a veces no es literalmente lo que va a pasar. Por ejemplo si presientes algo muy malo, algo que te hace sentir muy mal, a veces esto no significa que eso es lo que va a pasar. El mundo subjetivo es muy elástico y a veces sensaciones negativas son maneras en cual una parte más profunda de ti está tratando de preparar para un cambio personal. Con estudio y un poco de paciencia, podrás comenzar a reconocer tu simbolismo subjetivo personal; esto no lo encontrarás en libro, es algo que tú tendrás que estudiar en ti misma. Este simbolismo es bien parecido al simbolismo que encuentras cada noche en tus sueños y una cosa puede significar otra, hasta puede significar como tú te sientes profundamente de algo. Pero ten confianza en ti misma y acuérdate que este es un buen mundo que se dirige naturalmente a experiencias positivas.
E por fim, gostaria de acrescentar uma ultima leitura que acho extremamente relevante, ela se chama O Caminho do Sobrevivente, e parte do principio que não importa a situação em que estamos, nem o quão frágil as dificuldades nos colocam, somos sobreviventes, e o foco da leitura é esclarecer a nossa situação como alguém que luta, quer e vai sobreviver e sobrepujar situações críticas. É uma leitura bem avançada, e que expõe fragilidades, mas extremamente útil em situações onde se é alvo de violência de qualquer natureza e em qualquer grau, para conhece-la, problematiza-la e supera-la. (Só gostaria de lembrar que se estiver em uma situação de abuso, peça ajuda, principalmente se for algo crítico para você, há coisas muito complexas para se suportar sozinho).
What i do not realize is actually how you are no longer actually a lot more smartly-preferred than you may be now. You are so intelligent. You know therefore considerably in terms of this topic, produced me individually believe it from so many various angles. Its like women and men aren’t interested until it’s something to do with Girl gaga! Your personal stuffs nice. Always care for it up!
O Ministério Público Federal (MPF) publicou recomendação para que o Ministério da Saúde e as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde não regulamentem o art. 14, parágrafo 5º, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê a aplicação obrigatória de um protocolo de detecção de risco psíquico a crianças de 0 a 18 meses. O artigo em questão foi incluído no ECA pela Lei nº 13.438/2017.
I in addition to my pals came following the excellent ideas on your web site and so the sudden got a horrible suspicion I had not expressed respect to the blog owner for those techniques. Those men were as a result happy to learn them and now have extremely been enjoying those things. Appreciation for turning out to be considerably accommodating as well as for picking varieties of incredibly good information millions of individuals are really wanting to be informed on. My very own honest regret for not expressing gratitude to sooner.
Jung compreendeu que para se ter uma noção apropriada da psique num modelo teórico, deveríamos considera-la um sistema energético relativamente fechado, supondo, assim, que a energia contida nesse sistema seria teoricamente sempre a mesma, o que variaria seria a distribuição da energia entre as instâncias inconsciente(ics) e consciência(cs). (MORAIS, 2011)
I do love the manner in which you have presented this specific situation and it does indeed give me some fodder for consideration. However, coming from what I have seen, I simply hope as the actual feed-back pack on that people today remain on point and in no way embark on a soap box associated with some other news of the day. Still, thank you for this fantastic piece and though I do not necessarily go along with the idea in totality, I respect the viewpoint.
 Deseo mencionar la interesantísimo obre de nuestro querido amiigo el neurobiólogo Profesor Rodriguez Delgado, (1915-2011) "El control físico de la mente", como explica que se puede producir placer o dolor, estimulando áreas específicas del cerebro y en nuestras conversaciones sobre la realidad de la existencia, mantiene el criterio de que nuestro cerebro es el portador material de toda información que existe después de la desaparición física.
Como cristãos é importante ter presente o primeiro mandamento da lei de Deus, recordado por Jesus em Mt 22,37: “Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, de toda tua alma e de todo teu espírito (Dt 6,5).” Estas palavras são claras ao revelar a importância de crermos em tudo o que Deus nos ensina Na Palavra, depositando toda a nossa confiança em Sua Divina Providência. São Paulo nos recorda em Rm 8,28: “sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são os eleitos, segundo os seus desígnios.”. Embora tenhamos curiosidade de conhecer o futuro, construímos nossas vidas no Senhor, confiando no Seu amor e bondade.
Atualmente, o Tarot obtém expressão nas mais diversas áreas, sendo um instrumento de estudo e uso até pela Psicologia. Carl Gustav Jung, renomado psicólogo do século XX, falou em Arquétipo (imagens arcaicas), imagens da memória coletiva ancestral que estão dentro de nossos inconscientes e que podem ser ativadas por determinado Símbolo, que revigora e traz à tona toda a carga emocional que a imagem possui em si e que nos toca profundamente. As cartas do Tarot são vistas então como ilustrações sobre os anseios da alma humana, uma espécie de história em quadrinhos sobre os nossos dramas.[2]

De acordo com Jung, pareceu-me mais adequado um conceito energético. Ele me tornou possível identificar a expressão “energia psíquica” com o termo “libido”. Este último indica um desejo ou um impulso que não é refreado por qualquer instância moral ou outra. A libido é um appetitus em seu estado natural. Filogeneticamente são as necessidades físicas como fome, sede, sono, sexualidade, e os estados emocionais, os afetos, que constituem a natureza da libido. Todos esses fatores têm suas diferenciações e sutis ramificações nesta tão complicada psique humana. (1999, pg. 123).
×